Na próxima vez que você for a uma loja, olhe atentamente ao seu redor. Você notará a quantidade de embalagem lutando por atenção e espaço. As embalagens, por natureza, servem para armazenar, conservar e transportar os produtos até o consumidor final. Porém, muitas delas servem apenas como material de marketing.

Um projeto acadêmico liderado por Allan Gomes, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), repensa a maneira como as embalagens são dispostas aos consumidores e propõe uma reflexão do quanto se é desperdiçado com envoltórios e enfeites.

Batizado de Coolpaste, trata-se de uma embalagem de pasta de dente sustentável e ‘eco-friendly’ (amigável ao meio ambiente).

A embalagem conta com um design moderno, limpo e durável, podendo ser transportada por longas distâncias e adicionada a gondolas suspensas sem risco de romper. Para o projeto acadêmico, Allan pegou como base o design do creme dental da Colgate, que foi remodelado e repensado.

A caixa de papel que guarda o produto final foi eliminada sem afetar a integridade da pasta de dente, reduzindo o desperdício e tornando-o mais leve. Por fim, o design minimalista eliminou o uso de tintas químicas que colorem a embalagem, que são nocivas e demoram a decompor na natureza.

O Coolpaste foi apresentado na universidade como um produto não apenas reciclável, mas também biodegradável. Recomenda-se que seja suspenso no ar (utilizando o furo na parte achatada da embalagem) ao invés de empilhado.

Essas características somadas resolveriam questões logísticas e ambientais para marcas globais de creme dental, caso implementadas.

Abaixo mais algumas imagens do projeto:

Reprodução: Razões para Acreditar | CoolPaste

Gostaria de receber notificações sobre nossos conteúdos?